segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Este era um tópico que gostaria de ver profissinais da educação discutir


(...)

Os professores e os alunos são, em conjunto, prisioneiros dos problemas e constrangimentos que decorrem do défice de sentido das situações escolares. A construção de uma outra relação com o saber, por parte dos alunos, e de uma outra forma de viver a profissão, por parte dos professores, têm de ser feitas a par.

A escola erigiu historicamente, como requisito prévio da aprendizagem, a transformação das crianças e dos jovens em alunos. Construir a escola do futuro supõe, pois, a adopção do procedimento inverso: transformar os alunos em pessoas. Só nestas condiçõesa escola poderá assumir-se, para todos, como um lugar de hospitalidade.

Rui Canário

5 comentários:

  1. Oi Mônica!
    A inadaptação escolar não resolvida resulta, na maioria dos casos, em insucesso escolar e quando surgem dificuldades, toda a relação "família-criança-escola" encontra-se alterada. Obrigada por entrar no meu espaço, já te adicionou também.
    Um abraço carinhoso

    ResponderExcluir
  2. Tem um selo pra vc no meu blog.
    Passa lá!

    Bjs!

    Danni

    ResponderExcluir
  3. a falta de sentidos ao trabalho escolar, pelo menos deste lado do atlântico, resulta, em muito, de persistir uma organização pedagógica perfeitamente desajustada face a uma escola que cresceu, se massificou e diversificou mas que permaneceu presa a modelos de uma escola de alguns, selectiva e exclusiva;

    ResponderExcluir


"Quem não luta por seus direitos,

vive a espera de favores..."

Sejam todos bem-vindos!

Seja muito bem-vindos todos os amigos, apaixonados ou desesperados por Educação. Espero de coração que aprendamos muito uns com os outros. Deus te abençoe.